Eclesiastes - parte I

 [ Nova Série: Realidade da Vida - Eclesiastes ] 

Hoje eu inicio outra série bíblica aqui no blog que baseada no livro de Eclesiastes

Esta série terá 03 partes e em cada parte serão abordados trechos de 04 capítulos

"Realidade da Vida" porque este é o assunto principal desse livro que traz grandes reflexões de um sábio que viveu a vida de maneira intensa e como ele próprio diz, não se privou de nada. 

Imagine que ele foi rei mas que na verdade, desde o seu nascimento ele teve uma boa vida, pois era filho de rei. Em seu reinado, teve e fez tudo o que desejou.

Então nós temos nesse livro as palavras e considerações de um homem verdadeiramente sábio e experiente, que já tinha experimentado e usufruído das melhores coisas da vida. 

Agora vamos a alguns trechos de cada capítulo para fazermos uma leitura atenta e também refletirmos. Lembrando que esta é a palavra de Deus para nossa vida.

CAPÍTULO 1 

A vaidade da vida

"PALAVRAS DO pregador, filho de Davi, rei em Jerusalém. 
Vaidade de vaidades, diz o pregador, vaidade de vaidades! Tudo é vaidade. 
Todas as coisas são trabalhosas; (...); os olhos não se fartam de ver, nem os ouvidos se enchem de ouvir.
O que foi, isso é o que há de ser; e o que se fez, isso se fará; de modo que nada há de novo debaixo do sol. 
Há alguma coisa de que se possa dizer: Vê, isto é novo? Já foi nos séculos passados, que foram antes de nós." 

Oi? Tem algo escrito nos versículos acima que NÃO nos é familiar?
Alguma semelhança com a nossa vida real, dos dias de hoje? 
Certamente, não é? 
Não vou citar exemplos, deixo a reflexão para cada um. 

E ele continua: 

"Eu, o pregador, fui rei sobre Israel em Jerusalém. 
E apliquei o meu coração a esquadrinhar e a informar-me com sabedoria de tudo quanto sucede debaixo do céu; (...)
Atentei para todas as obras que se fazem debaixo do sol, e vi que tudo era vaidade e aflição de espírito." 

CAPÍTULO 2 

A vaidade dos prazeres e da riqueza 

"Fiz para mim obras magníficas; edifiquei para mim casas; plantei para mim vinhas.
Fiz para mim hortas e jardins...
Fiz para mim tanques de águas...
Adquiri servos e servas, (...); também tive grandes possessões de gados e ovelhas, mais do que todos os que houve antes de mim em Jerusalém.
Amontoei também para mim prata e ouro, (...) provi-me de cantores e cantoras e das delícias dos filhos dos homens; de instrumentos de música de toda a espécie.

Fui engrandecido e aumentei mais do que todos os que houve antes de mim em Jerusalém...
E tudo quanto desejaram os meus olhos não lhes neguei, nem retive o meu coração de alegria alguma; mas o meu coração se alegrou por todo o meu trabalho e esta foi  a minha porção de todo o meu trabalho. 
E olhei eu para todas as obras que fizeram as minhas mãos, como também para o trabalho que eu, trabalhando, tinha feito, e vi que tudo era vaidade e aflição de espírito..." 

Nessa parte ele fala de tudo quanto teve e de tudo o que provou nesta terra. 
Bens materiais, riquezas, prazeres e também satisfação.
Porque a riqueza não é um mal e nem um pecado perante Deus.
Mas, ao obter e provar tudo o que o seus olhos desejaram, e tudo o que seu coração almejou, o sábio Salomão, ainda assim, com tudo isso, não se sentiu completo e nem plenamente feliz.
Por que será? 
Ao satisfazer os seus desejos carnais, a sua alma não foi preenchida.
Isso nos mostra que a tão sonhada riqueza e o tão cultuado dinheiro NÃO SÃO TUDO nesta vida.
"Então vi eu que a sabedoria é mais excelente do que a estultícia, quanto a luz é mais excelente do que as trevas."  

"Porque ao homem que é bom diante dele, dá Deus sabedoria e conhecimento e alegria; mas ao pecador dá trabalho, para que ele ajunte e amontoe, para dá-lo ao que é bom perante Deus. Também isto é vaidade e aflição de espírito."



 CAPÍTULO 3 

O tempo de tudo 

"TUDO TEM o seu tempo determinado e há tempo para todo o propósito debaixo do céu.
Há tempo de nascer e tempo de morrer; tempo de plantar e tempo de arrancar o que se plantou; 
Tempo de matar e tempo de curar; tempo de derrubar e tempo de edificar; 
Tempo de chorar e tempo de rir; tempo de prantear e tempo de dançar; 
Tempo de espalhar pedras e tempo de ajuntar pedras; tempo de abraçar e tempo de afastar-se de abraçar; 
Tempo de buscar e tempo de perder; tempo de guardar e tempo de lançar fora; 
Tempo de rasgar e tempo de coser; tempo de estar calado e tempo de falar; 
Tempo de amar e tempo de aborrecer; tempo de guerra e tempo de paz." 

Estes são os famosos versículos que declaram sobre o tempo das "coisas da vida" não é? 
Tudo já está determinado por Deus e para tudo há um tempo.
Existe o ciclo natural da vida, existe também o ciclo da natureza e há ainda diversos rumos que uma história pode tomar.
Saber disso e compreender que Deus é o Senhor e está no controle, nos ajuda nessa jornada imprevisível que é a vida.

CAPÍTULO 4 

As mazelas da vida

"DEPOIS PRESTEI atenção e observei todas as violências que se fazem debaixo do sol; e eis que vi as lágrimas dos que foram oprimidos e que não têm quem os console, o poder estava do lado dos seus opressores...
Por isso considerei os que já morreram, mais felizes do que os que vivem ainda.
E melhor que uns e outros é aquele que ainda não nasceu, pois não viu as más obras que se fazem debaixo do sol." 

Alguma semelhança com a realidade? 
Infelizmente isso é tão real que até hoje acontece e está ainda pior. 
Chegamos a ficar indignados e perplexos diante de tantas situações de injustiça e crueldade que aí começamos até mesmo a questionar a Deus.
Mas, como sempre, a resposta está em sua fiel palavra: 
"Vi mais debaixo do sol: Que no lugar do juízo havia ali impiedade e no lugar da justiça havia ali impiedade.
Eu disse no meu coração: Deus julgará o justo e o ímpio; porque há tempo para todo o propósito e para toda a obra." (capítulo 3)
Não nos preocupemos. O que nós não podemos mudar ou fazer, DEUS FAZ.


"Também vi eu que todo o trabalho e toda a destreza em obras, traz ao homem a inveja do seu próximo. Também isto é vaidade e aflição de espírito. 
Melhor são dois do que um, porque têm melhor recompensa pelo seu trabalho.
E, se alguém prevalecer contra um, os dois lhe resistirão; e o cordão de três dobras não se quebra tão facilmente. 
Melhor é o rapaz pobre e sábio, do que o rei velho e insensato, que não se deixa mais aconselhar.
Porque um pode sair do cárcere para reinar; enquanto o outro, que nasceu no trono, pode tornar-se pobre." 

TUDO realidade da vida não é mesmo? 
Alguém pode falar que essas declarações não são verdadeiras? 
Quem quiser discordar, pode, mas a Bíblia sempre vai nos trazer a verdade.

Então é isso o que o livro de Eclesiastes nos traz e hoje nesta primeira parte vimos trechos dos 4 primeiros capítulos.
Acredito que Deus já falou ao teu coração porque ele já falou comigo também.
A sua palavra é muito maravilhosa.
E ela nos traz paz, conforto e refrigério para a alma. (é o que mais precisamos) 
E ela sempre nos trará RESPOSTAS.

Fique com mais estes versículos e não perca a continuação desta série na próxima semana quando teremos a segunda parte e iremos aprender mais preciosas lições para a vida.

"Eu sei que tudo quanto Deus faz durará eternamente; nada se lhe deve acrescentar e nada se lhe deve tirar; e isto faz Deus para que haja temor diante dele. [ ai que lindooo ]
O que é, já foi; e o que há de ser, também já foi; e Deus pede conta do que passou." 

(eclesiastes 3) 

REFLITA: 

Tudo aqui nesta terra é efêmero e nada é novo.
Depende de ciclos, passa por mudanças e é afetado por tendências.
Mas o que Deus faz é eterno e é completo.
 
Muitas vezes o que nós mais almejamos para a nossa vida não passa de ilusão e vaidade e que não nos trará a tão sonhada felicidade.
Por isso, vamos em primeiro lugar, pensar e almejar o que é eterno, porque uma vez tendo a nossa alma preenchida, iremos nos contentar com tudo. 


Mais: 

"Porque, que mais tem o homem de todo o seu trabalho e fadiga do seu coração, em que ele anda trabalhando debaixo do sol? 
Porque todos os seus dias são dores e a sua ocupação é desgosto; até de noite não descansa o seu coração; também isto é vaidade. 
Não há nada melhor para o homem do que comer e beber e fazer com que sua alma goze do bem do seu trabalho. Também vi que isto vem da mão de Deus." 

Isso não é tão-somente a realidade da vida? 




Comentários