A idolatria de Roboão e a resposta de Deus

Olá, estamos de volta com mais um post de domingo e é muito bom ter você aqui nos acompanhando.
Seja muito bem vindo a este blog. Leia e medite, Deus está falando com você. 
Hoje o tema será sobre a relação de Deus com o seu povo e algo que Ele  não tolera e nunca irá aceitar: a idolatria.
O trecho que vou colocar aqui está na Bíblia Sagrada, no livro de II CRÔNICAS, capítulo 12, versículos a seguir: 

1 - SUCEDEU, POIS que, havendo Roboão confirmado o reino e havendo-se fortalecido, deixou a lei do Senhor e com ele, todo o Israel. 
2 - E sucedeu que, no quinto ano do rei Roboão, Sisaque, rei do Egito, subiu contra Jerusalém (porque tinham transgredido contra o Senhor) 
3 - Com mil e duzentos carros e com sessenta mil cavaleiros; e era inumerável o povo que vinha com ele do Egito, de líbios, suquitas e etíopes. 
4 - Ele tomou as cidades fortificadas, que Judá tinha e chegou até Jerusalém. 
5 - Então veio Semaías, o profeta, a Roboão e aos príncipes de Judá que se ajuntaram em Jerusalém por causa de Sisaque e disse-lhes: Assim diz o Senhor: Vós me deixastes a mim, por isso também eu vos deixei na mão de Sisaque. 
6 - Então se humilharam os príncipes de Israel e o rei e disseram: O Senhor é justo. 
7 - Vendo, pois, o Senhor que se humilhavam, veio a palavra do Senhor a Semaías, dizendo: Humilharam-se, não os destruirei; antes em breve lhes darei algum socorro, para que o meu furor não se derrame sobre Jerusalém, por mão de Sisaque. 
8 - Porém serão seus servos; para que conheçam a diferença da minha servidão e da servidão dos reinos da terra. 

Roboão era filho do rei Salomão e reinou em seu lugar quando este morreu.
O começo de seu reinado foi tumultuado porque ele entrou em conflito com o povo de Israel e isso acabou provocando uma divisão: Roboão ficou com o reino de Judá e Benjamim e seu irmão Jeroboão reinou sobre as outras 10 tribos de Israel.

No início, foi tudo bem porque ele obedecia ao Senhor. Isto durou três anos.
Mas depois o rei Roboão, como lemos acima, viu que estava forte no reino e deixou a lei de seu Deus levando o povo junto com ele.

E qual foi o grande erro de Roboão?
A idolatria, que segundo o dicionário, é o "ato de prestar culto divino a algo ou alguém" mas como Roboão tinha deixado o Senhor, a sua adoração não era mais para o Deus vivo mas sim para os ídolos. Veja o que está escrito sobre isto em I Reis capítulo 14 e versículos 22, 23 e 24:

" E fez Judá o que era mau aos olhos do Senhor; e com os pecados que cometeram, aborreceram-no mais do que todos os seus pais fizeram.
Porque também eles edificaram altares, estátuas e imagens do bosque sobre todo o alto outeiro e debaixo de toda árvore verde.
Havia também rapazes escandalosos na terra; fizeram conforme a todas as abominações das nações que o Senhor tinha lançado da sua possessão de diante dos filhos de Israel. 

Ele deve ter achado que não ia mais precisar da ajuda divina e que tudo continuaria bem mas ele estava enganado, pois, seguro, ele não estava.

O que lhe sobreveio?
Em pouco tempo, chegou o inimigo em sua terra. E não era um adversário fraco. Muito pelo contrário. Ele veio muito bem preparado com um exército imenso e fortificado.
Era o rei do Egito que se chamava Sisaque e que já tomou para si as cidades que Roboão havia edificado, tomou também os tesouros da casa do Senhor e da casa do rei. Levou tudo. (II Crônicas 12.9)

E agora?
Deus logo enviou uma resposta por meio do profeta Semaías dizendo que tudo aquilo que estava ocorrendo, era com a sua permissão e porque eles haviam deixado o Senhor, então o Senhor lhes havia deixado também na mão do inimigo.
Foi então que o rei Roboão  e os que estavam com ele, se humilharam para Deus e reconheceram a sua justiça.
Eles erraram, transgredindo a lei divina e por esse motivo, estavam sendo punidos.
Deus vendo então que estavam arrependidos, enviou novamente o seu profeta dizendo que não os destruiria mais e que daria livramento mas como consequência do pecado que cometeram, seriam servos do inimigo para que vissem enfim, a diferença entre servir a Deus e servir ao homem.

Aqui vimos, com esta passagem, o que acontece quando nos distanciamos do Senhor. 
Quando deixamos de servir ao Deus vivo e passamos a "adorar"outras coisas em nossa vida.
Então, ficamos a mercê da ação do inimigo e como o Senhor poderá nos livrar se o excluímos de nosso caminho?  

Vocês viram o que o rei inimigo fez? Levou tudo. E o mesmo acontece se dermos lugar para o mal. Perderemos tudo o que tivermos construído de bom, seja material, físico, emocional ou espiritual pois o diabo, adversário de nossas almas, é oportunista. Ele só quer uma "brecha" e não terá piedade de nós. 

A quem de fato temos adorado e prestado culto em nossa vida? Será a Deus ou aos ídolos ou até mesmo outra pessoa ou algo material? 
Vamos refletir e se for este o nosso caso, vamos pedir perdão e buscar a Deus novamente para que Ele volte a estar conosco. 
Não vale a pena pecar, todo pecado tem a sua consequência. 
Leiamos a Bíblia para saber qual é a vontade de Deus para nós e oremos pra que Ele nos ajude a sermos fiéis pois somente desta forma, estaremos de fato, bem e seguros. 


Comentários