Eclesiastes - parte II

 [ Série: Realidade da Vida - Eclesiastes ] 

Hoje dou continuidade a esta série sobre o livro bíblico de Eclesiastes. Este livro traz uma série de reflexões sobre a vida e ao mesmo tempo, não deixa de ser a palavra de Deus. 

São considerações e pensamentos que retratam a vida como ela é realmente, com suas injustiças e mistérios. Quando parece que o mal prevalece sobre o bem ou que não há justiça. Tudo isso não é novo e está na Bíblia para nos mostrar que Deus sabe de tudo o que acontece mas o juízo pertence a ele somente e no tempo dele. Acompanhe.

CAPÍTULO 5 

Na igreja

"GUARDA O teu pé, quando entrares na casa de Deus; porque chegar-se para ouvir é melhor do que oferecer sacrifícios de tolos, pois não sabem que fazem mal.
Não te precipites com a tua boca, nem o teu coração se apresse a pronunciar palavra alguma diante de Deus; porque Deus está nos céus e tu estás na terra; assim sejam poucas as tuas palavras." 

Aqui nós encontramos estas advertências sobre como deve ser o nosso comportamento no culto, no templo e na presença de Deus.
O que o Senhor requer de nós não é somente ir para a igreja e ficar lá mas sim prestar um verdadeiro culto a ele. 
Não é sobre estar na igreja e sim adorar a Deus de verdade. 
O que adianta ir para o culto e ficar passeando, não ouvir atentamente a mensagem, ficar conversando? 
Afinal, nós vamos a igreja para fazer a nossa vontade ou a vontade de Deus? 

O voto

"Quando a Deus fizeres algum voto, não tardes em cumpri-lo, porque não se agrada de tolos; o que votares, paga-o.
Melhor é que não votes do que votares e não cumprires."
O voto é coisa séria para Deus mas não somos obrigados a fazer votos.
Porém, uma vez que votamos, temos de cumprir o voto, e não demorar. 
Se firmamos um compromisso com Deus, ele quer ver a nosso comprometimento para com ele.

Riqueza e Ilusão

"O proveito da terra é para todos; até o rei se serve do campo.
Quem amar o dinheiro jamais dele se fartará e quem amar a abundância nunca se fartará da renda; também isto é vaidade.
Onde os bens se multiplicam, ali se multiplicam também os que deles comem;...
Doce é o sono do trabalhador, quer coma pouco, quer muito; mas a fartura do rico não o deixa dormir." 

Existe, no coração da maioria das pessoas, a crença de que a riqueza traz felicidade e que as pessoas ricas não têm falta de nada. Mas isso é ilusão.
Porque mesmo sendo algo bom, os bens materiais, as posses de um indivíduo não são garantia de bem-estar, de paz no coração e tranquilidade no sono.
Pelo contrário. Muitas vezes, as riquezas que alguém adquire trazem consigo problemas, preocupações e enfado.

"Há um grave mal que vi debaixo do sol e que atrai enfermidades: As riquezas que os seus donos guardam para o seu próprio mal; 
Porque as mesmas riquezas podem se perder por qualquer mau negócio, e tendo ele algum filho, nada lhe sobrará na sua mão.
Como saiu do ventre de sua mãe, assim nu tornará, indo-se como veio; nada tomará do seu trabalho, que possa levar na sua mão." 

Também não há garantias de que as riquezas de um homem irão durar. 
E ainda que ele morra rico, não poderá levar nada.
Todavia isso não o impede de desfrutar dos seus bens enquanto vive, porque isso vem de Deus. 

"Eis aqui o que descobri: O que mais vale é comer, beber e gozar cada um do resultado de todo o seu trabalho, em que trabalhou debaixo do sol, todos os dias da vida que Deus lhe deu, porque esta é a sua recompensa.
Assim, a todo o homem a quem Deus deu riquezas e bens, dá também capacidade para delas comer, para receber a sua porção e gozar do seu trabalho; isto é dom de Deus." 




CAPÍTULO 6 

Vida incerta 

"HÁ UM mal que tenho visto debaixo do sol e é mui frequente entre os homens: 
Um homem a quem Deus deu riquezas, bens e honra, nada lhe faltando de tudo quanto a sua alma deseja, mas Deus não permite que ele desfrute disso, antes o estranho delas desfruta; isto é sem sentido, e um mal terrível.
Todo o trabalho do homem é para ter o que comer, contudo nunca se acaba o seu apetite. 
Melhor é se contentar com aquilo que se tem, do que viver cobiçando; isto é vaidade e ilusão.
Não importa quem seja, não importa o nome que tenha, ele nasceu homem e sabe que não pode contender com aquele que é mais forte do que ele." 

Nós vemos com estes versículos que não há nada novo na face da terra não é? 
A cobiça no coração humano, a permanente insatisfação do ser humano até mesmo em relação a comida...
Mas não adianta. Sempre seremos carne e não podemos discutir com o nosso Criador, não importa quem somos aqui na terra. 

CAPÍTULO 7 

A vaidade da vida 

"MELHOR É a boa fama do que o melhor remédio, e o dia da morte do que o dia do nascimento de alguém.
Melhor é ir à casa onde há luto do que ir à casa onde há banquete, porque naquela está o fim de todos os homens, e os vivos o aplicam ao seu coração.
Melhor é a tristeza do que o riso, porque com a tristeza do rosto se faz melhor o coração. 
O coração dos sábios está na casa do luto, mas o coração dos tolos na casa da alegria.
Melhor é ouvir a repreensão do sábio, do que ouvir alguém a canção do tolo." 

O capítulo começa falando sobre a importância da boa reputação para em seguida discorrer sobre a questão da vida e da morte.
O ensinamento desses versículos é sobre a lição ou as lições que mesmo sem querer, nós aprendemos com a morte ou com os momentos difíceis da vida.
Com a morte nós nos lembramos que a vida é passageira e passamos a considerar como é importante saber viver bem.
A tristeza também nos ensina. Quem nunca aprendeu com uma desilusão, uma decepção? 
Isso não nos faz mais fortes? 
E ouvir a correção de um sábio é ainda melhor do que perder tempo com alguém que não tem nada de significativo para oferecer.

"Melhor é o fim das coisas do que o princípio delas; melhor é o paciente de espírito do que o orgulhoso de coração.
Não te apresses em irar-te, porque a ira habita no íntimo dos tolos.
Nunca digas: Por que foram os dias do passado melhores do que estes? Porque não é sábio fazer esta pergunta.
Tão boa é a sabedoria como a herança..." 

Não é tão bom quando terminamos de fazer algo, um trabalho ou um projeto? 
O orgulho e a ira nunca fazem bem.
Vamos valorizar o presente. O melhor ainda está por vir.

"Não sejas demasiadamente ímpio, nem sejas louco; por que morrerias fora de teu tempo? 
E eu achei uma coisa mais amarga do que a morte, a mulher cujo coração são redes e laços, e cujas mãos são ataduras; quem for bom diante de Deus escapará dela, mas o pecador virá a ser preso por ela."  

O próprio desejo e cobiça do homem podem ser o seu fim.
O que você está fazendo com a sua vida? Em qual "terreno" você está entrando? 
É muito melhor seguir o conselho de Deus para ficar livre do mal.

CAPÍTULO 8 

A providência divina 

"Quem guardar o mandamento não experimentará nenhum mal;...
Nenhum homem há que tenha domínio sobre o espírito, para o reter; nem tampouco tem ele poder sobre o dia da morte; como também não há licença nesta peleja; nem tampouco a impiedade livrará aos ímpios.
Assim também vi os ímpios, serem sepultados com honra, mas os que frequentavam o lugar santo foram esquecidos na cidade na qual atuaram retamente; ...
Porquanto não se executa logo o juízo sobre a má obra, por isso o coração dos filhos dos homens está inteiramente disposto para fazer o mal.
Porém o ímpio não irá bem, e ele não prolongará os seus dias, que são como a sombra; porque ele não teme diante de Deus." 

Acontece de a impiedade ser coroada e reverenciada neste mundo? Sim, acontece muito.
Acontece de aqueles que agem corretamente não serem prestigiados? Certamente, isso acontece.
As más obras são praticadas e muitas vezes não são condenadas ou não se é feito a devida justiça.
Mas, certamente também que Deus vê tudo isso e a impiedade não ficará sem castigo.
Mesmo que pareça que está tudo bem para quem pratica o mal, um dia o juízo divino será executado.

E para os justos? 
"Ainda que o pecador faça o mal cem vezes, e os dias se lhe prolonguem, contudo eu sei com certeza, que bem sucede aos que temem a Deus, aos que temem diante dele."

DEUS É FIEL. 

Mas o Pregador não fala somente de tristeza não.
Vamos celebrar a vida com o melhor que o Criador nos preparou? 
"Assim exaltei a alegria, porquanto para o homem nada há melhor debaixo do sol do que comer, beber e alegrar-se; porque isso o acompanhará no seu trabalho nos dias da sua vida que Deus lhe dá debaixo do sol." 

Para terminar, fique com o último versículo deste capítulo 8

"Então, vi toda a obra de Deus e que o homem não pode entender o que se faz debaixo do sol; por mais que trabalhe para a descobrir, porém não a achará; ainda que o sábio diga que irá conhecê-la, nem por isso a poderá alcançar." 

A vida é um mistério divino.
___________________________________________


Não perca, na próxima semana, a parte final desta série com os últimos 4 capítulos de Eclesiastes.

Deus vai falar ainda mais conosco.

Para ler a parte I desta série, clique no link abaixo:  







Comentários