Davi antes de Golias

[ Mensagem de Domingo ] 
Hoje na mensagem de domingo eu falo sobre Davi. Não sobre seu reinado como rei de Israel e nem quando ele venceu o gigante Golias. Vou abordar sobre quem ele era e como ele era antes de ficar conhecido pois, estes aspectos foram determinantes para que Davi fosse escolhido por Deus.  
Davi era o filho mais novo de Jessé, um homem com idade avançada que tinha 8 filhos. 
O jovem Davi trabalhava como pastor das ovelhas de seu pai e por isso ficava boa parte do dia fora de casa. Ele era ruivo e de boa presença. 
Ele levava uma vida tranquila cuidando do rebanho mas tinha coragem de sobra para enfrentar desafios. 
Em primeiro lugar, ele temia e servia a Deus. Era fiel ao Deus de Israel e tinha uma fé muito grande. 
Em segundo lugar, Davi era corajoso e destemido. Ele não era de fugir das pelejas e tinha história pra contar.
Sim, porque antes mesmo de enfrentar Golias, Davi já havia enfrentado um leão e um urso para salvar suas ovelhas. Ele não apenas conseguiu resgatar os animais como também conseguiu matá-los.
Imagine: estou falando de um jovem que foi para cima de bichos ferozes. 
Mas tudo isso ele fazia com a ajuda do Senhor pois o Senhor era com ele. 
Veja o que ele disse para o rei Saul antes de ir pelejar contra o gigante: 

"Teu servo apascentava as ovelhas de seu pai quando vinha um leão ou um urso e tomava uma ovelha do rebanho,
Eu saía após ele e o feria, e livrava-a da sua boca; porém, quando ele se levantava contra mim, lançava-lhe mão da barba e o feria e o matava.
Assim feria o teu servo o leão, como o urso; assim será este incircunciso filisteu como um deles; porquanto afrontou os exércitos do Deus vivo.
O Senhor me livrou das garras do leão e das do urso; ele me livrará da mão deste filisteu." 
 - I Samuel 17. 34 a 37 

CORAGEM - é o que podemos concluir que Davi tinha.
Coragem e muita coragem.

O jovem Davi, como mencionei acima, também era fiel a Deus. Ele honrava ao Senhor em tudo.
Com o seu trabalho, na maneira de se portar, e também sendo obediente às leis e às autoridades.
Veja quando ele foi escolhido para estar com o rei Saul e tocar harpa pra ele: 

"Então respondeu um dos moços e disse: Eis que tenho visto a um filho de Jessé, o belemita, que sabe tocar e é valente e vigoroso, homem de guerra, prudente em palavras e de gentil presença; o Senhor é com ele.
Assim Davi veio a Saul e esteve perante ele, e o amou muito, e foi seu pajem de armas." 
 - I Samuel 16. 18 e 21 
 

OBEDIENTE - Davi honrava ao Senhor e os seus compromissos.

Quando teve a guerra de Israel contra o povo filisteu, os três irmãos mais velhos de Davi foram enviados para a batalha.
Foi nesse evento que surgiu o gigante Golias para insultar e intimidar o povo de Deus.
Pois bem. O pai de Davi, Jessé, preocupado com os seus filhos que estavam na peleja, resolveu mandar Davi até lá para saber se eles estavam bem. 

"Davi então se levantou de madrugada, pela manhã, deixou as ovelhas com um guarda, carregou-se e partiu, como Jessé lhe ordenara..." 
 - I Samuel 17.20 



Chegando lá, Davi viu que a guerra estava sendo travada e logo apareceu Golias com as suas ameaças.
Davi ouviu tudo o que o gigante disse. Mas, nem o seu tamanho, nem as suas armas e nem as suas palavras conseguiram amedrontar o jovem guerreiro.
Olha o que ele disse ao rei Saul: 

"Não desfaleça o coração de ninguém por causa dele; teu servo irá e pelejará contra este filisteu." 
 - I Samuel 17.32 

O resto da história nós já conhecemos não é? 
Davi derrotou Golias e saiu vitorioso. 

Mas, qual era o segredo dele? 
Como, sendo ainda tão jovem, tinha conseguido realizar grandes proezas em sua vida? 
A resposta está na palavra de Deus. 
Davi tinha muita e era: 

FIEL ao Senhor. 

Antes mesmo de se tornar conhecido, ele já era conhecido por Deus.
O Senhor se agradava dele e de seu coração. 
E quando foi para escolher um novo rei de Israel, Deus não se atentou para a aparência ou estatura mas sim para o interior. 
Dessa forma, Davi foi escolhido e ungido pelo Senhor para ser rei e comandar o seu povo. 
Ele enviou o profeta Samuel até a casa de Jessé. Depois de ser apresentado 7 de seus filhos, Samuel perguntou: 

"Acabaram-se os moços? E disse: Ainda falta o menor, que está apascentando as ovelhas. Disse, pois, Samuel a Jessé: Manda chamá-lo, porquanto não nos assentaremos até que ele venha aqui.
Então mandou chamá-lo e fê-lo entrar (e era ruivo e formoso de semblante e de boa presença); e disse o Senhor: Levanta-te e unge-o, porque é este mesmo.
Então Samuel tomou o vaso do azeite e ungiu-o no meio de seus irmãos; e desde aquele dia em diante o Espírito do Senhor se apoderou de Davi..." 
 - I Samuel 16. 11 ao 13 

A própria família e as outras pessoas podiam ainda não ter notado o valor de Davi.
Mas Deus já o conhecia e sabia quem ele era.
Deus se agradava de como ele era.

Então, na vida e nas duras pelejas, Davi contava com a ajuda divina. 
Ele enfrentava e ia em nome do Senhor dos Exércitos - o Deus em quem ele cria e servia.

O trunfo de Davi era que Deus estava com ele por isso conseguiu grandes vitórias.
O Deus de Davi é o nosso também. E ele não mudou.

Vamos nos espelhar nas qualidades de Davi e colocar o Senhor a frente de nossas "batalhas" para vencermos o mal e o inimigo de nossas almas. 
Com este Deus a perspectiva será sempre de vitória.
Ele foi com Davi, guardou a sua vida e lhe concedeu muitos triunfos.
E ele sempre se agradará de nossa FÉ, CORAGEM e FIDELIDADE a ele.


Comentários