O cântico de Maria

 [Série Bíblica: Cânticos da Bíblia] Olá! Estamos vendo, nesta série bíblica, que por trás de cada cântico, há uma linda história e uma grande obra realizada por Deus.   
E o Deus desses cânticos é o mesmo. O Deus de Ana, de Zacarias, o Deus de Maria... e o nosso Deus também. Porque Ele não mudou. 
Maria estava muito feliz. Ela exultava de alegria e gratidão a Deus, pois há pouco tempo tinha recebido uma visita e uma notícia muito especial. O anjo Gabriel foi até sua casa e lhe comunicou que ela seria a mãe de Jesus - o Messias Salvador. 
Maria, do povo judeu, já era uma serva de Deus e mesmo não tendo nenhum destaque na sociedade, ela se destacou perante o Senhor - que achou graça nela - conforme diz a Bíblia.

Porque o que mais importa não é o mundo te conhecer e admirar. Mas sim você ser conhecido por Deus. Ele te ver e se agradar de você.
Aí sim você verá o grande e lindo plano que ele terá para a sua vida.
Foi assim com Maria e pode ser assim com cada um de nós. 

A jovem Maria, que levava uma vida comum, de repente se deparou com o cumprimento do anjo de que ela era "bendita entre as mulheres"; "agraciada"...
Ao ouvir tal saudação ela ficou atônita, sem entender, pois não esperava e nunca tinha imaginado isso acontecer. 
Mas Deus sempre surpreende os seus servos. Ele sempre tem coisas lindas.
E assim Maria ouviu a mensagem de Gabriel. Ele tirou sua dúvida sobre a concepção da criança, visto que ela era virgem: o fruto de seu ventre seria obra do Espírito Santo. 
Deus tem os seus meios de operar na nossa vida e o sobrenatural é Sua especialidade.
E por falar nisso, o anjo também lhe falou sobre Isabel. Isabel, mulher do sacerdote Zacarias, estava já no sexto mês de gestação em plena velhice. Aquela que era estéril seria mãe "porque para Deus nada é impossível".

Diante disso tudo Maria declarou: 

"Eis aqui a serva do Senhor; cumpra-se em mim segundo a tua palavra." 

Servo é servo. Aceita a vontade de seu Senhor. 

Não importava o que ela teria que passar. Maria creu na mensagem vinda do céu e se colocou a disposição do Senhor.
E como ela estava feliz.

Então ela aproveitou para ir visitar Isabel e a auxiliar durante algum tempo.
Ela foi para uma cidade nas montanhas e ao entrar na casa de Zacarias e saudar sua prima, algo muito lindo aconteceu: "a criancinha saltou de alegria no ventre e Isabel foi cheia do Espírito Santo."

Aí foi a vez de Isabel a cumprimentar com essas palavras: 

"Bendita és tu entre as mulheres e bendito o fruto do teu ventre.  

E de onde me provém isto a mim, que venha visitar-me a mãe do meu Senhor?" 

Quando Deus tem plano e realiza algo em tua vida, quem é do Senhor reconhece também essa obra maravilhosa. 
Imagine a virtude e a unção que estava sobre Maria para até mesmo tocar um bebê no útero materno,  enchendo-o de alegria.
Isso é coisa de Deus mesmo.
É muito lindo o que Deus faz.
E foi por isso e por tudo o mais que Deus faz que Maria cantou. Ela declarou esse lindo cântico chamado também de Magnificat





"A minha alma engrandece ao Senhor,  

e o meu espírito se alegra em Deus, meu Salvador,

porque atentou na humildade de sua serva; pois eis que, desde agora, todas as gerações me chamarão bem-aventurada.

Porque me fez grandes coisas o Poderoso; e Santo é o seu nome.

E a sua misericórdia é de geração em geração sobre os que o temem. 


Com o seu braço, agiu valorosamente, dissipou os soberbos no pensamento de seu coração, 

depôs dos tronos os poderosos e elevou os humildes; 

encheu de bens os famintos, despediu vazios os ricos, 

e auxiliou a Israel, seu servo, recordando-se da sua misericórdia

(como falou a nossos pais) para com Abraão e sua posteridade, para sempre." 

****************************************************

Essas são as palavras que Maria, serva de Deus, proferiu naquele dia. 
Um cântico de louvor e adoração ao Todo-Poderoso.
Não só de boca, mas de alma e espírito. Do fundo do coração.

Maria se auto declarava serva porque ela vivia nessa condição de se sujeitar ao Senhor. Mas não com auto exaltação e sim com humildade. 
Porque Deus não faz nada com quem se coloca em um pedestal ou se acha autosuficiente.
Pois, para Ele engrandecer tem que ser pequeno.
E para ele exaltar, precisa ser humilde.
O único grande é o Senhor. 

A "ótica" divina é diferente:
Tem que descer para subir.
Se ajoelhar para ser levantado. 

Aí sim, acontecem grandes coisas, como foi com Maria.

E a misericórdia de Deus não acaba para quem O teme. 

E como Deus é Senhor de toda a terra, Ele mesmo é quem toma as providências sobre cada habitante: quem ganha, quem perde, quem fica e quem sai.  
É isso mesmo.
Ele sempre surpreende: envergonha os soberbos, faz "cair" de determinada posição, faz "subir"...
Abate e exalta. Tira de quem tem e dá para quem não tem...
Tanto no aspecto material quanto no espiritual também. 

E mais:   
Deus, o único Senhor que há, nunca se esquece do seu povo e de sua aliança. 
Ele sempre se lembrará de seu pacto com Abraão e sua posteridade.
Porque Ele é Fiel e cumpre suas promessas.

Foi por isso que Maria, a mãe de Jesus, cantou. 
Porque o seu Deus era Fiel e Justo.
E ele é o nosso Deus também, que não mudou em nada. 

Ele surpreende, faz o impossível e renova a vida de quem nele crer.

Esse Deus é real e está acessível por meio de uma simples oração.
Nós só precisamos reconhecer a Sua soberania e se humilhar perante ele para que grandes coisas aconteçam em nossa vida.
E quem sabe na sua vida já não aconteceu? 

Você reconhece? 
Para quem tem sido o teu cântico, a tua adoração? 
A quem a tua alma e o teu espírito tem louvado? 

Que a nossa maior submissão seja para Deus e o nosso cântico seja ao Seu Nome.
Porque sendo assim, seremos bem-aventurados. 

E quando você achar que está sozinho (a) ou que ninguém está reconhecendo o teu valor, lembre-se de Maria.
Em um dia normal, quando ela não contava com nada de novo em sua vida, um anjo lhe apareceu e tudo mudou: na verdade, tudo melhorou.
Com certeza foi uma das cenas mais lindas da História e um dia inesquecível para ela: que notícia grandiosa: ser a mãe do Salvador. 
E sabe por que isso aconteceu?  
Porque Maria foi notada por Deus
E na verdade é isso o que importa. 

Texto bíblico:    
Lucas 1. 26 até 56

Esta série, "Cânticos da Bíblia", continua no sábado.
Acompanhe. 

Obrigada pela visita. 

Leia os outros posts da série: 







Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

SALMO 46 - A Fé Perfeita em Deus

Salmo 6 - " Davi recorre à misericórdia de Deus e alcança perdão "

SALMO 91 - LIVRAMENTO