Jesus - o sentido da Páscoa

 [ Série Bíblica: Páscoa ] 
Final: Nos últimos dias Jesus já vinha preparando os seus discípulos para o que aconteceria com ele mas eles ainda não compreendiam. À medida que a festa da Páscoa se aproximava, algo pairava no ar. Os inimigos do Mestre já tinham um plano preparado. Depois da última ceia, estando Jesus e os seus amigos no jardim do Getsêmani (como tinham feito outras vezes), o Filho de Deus orava e sentia angústia ao passo que os seus amigos dormiam de tristeza - como que sentindo que algo triste ia acontecer.
Foi então que Jesus foi preso, levado a julgamento e condenado à morte. Ele foi crucificado numa cruz e se tornou como um cordeiro oferecido em sacrifício a Deus. Aquela páscoa foi diferente - mudou tudo e dali em diante o mundo nunca mais seria o mesmo.
Com a morte de Jesus, ao dar um grande brado na cruz do Calvário, um grande plano foi consumado: a redenção da nossa alma. O perdão de nossos pecados que somente foi possível pelo sangue que ele derramou na cruz.
A partir daquele momento, não seria mais preciso ninguém sacrificar um animal a Deus em holocausto para receber perdão. Ninguém mais precisaria do intermédio do sumo sacerdote para entregar suas ofertas ao Pai. Ninguém mais precisaria morrer por seus pecados, pois o Seu Filho fez tudo isso por nós.
O castigo que nós merecíamos ele recebeu. Ele preferiu morrer em nosso lugar.

Veja que grande amor.
Se isso não for amor, o que é amor então...
Como diz aquela canção...

Ele sendo Deus deixou a sua glória para nos salvar.
Sendo Deus se tornou humano e morreu para nos livrar da condenação eterna.
Nunca vai existir uma história de amor tão linda como essa.

Mas não acabou aí.
Jesus morreu sim e foi sepultado no mesmo dia (sexta-feira).
Num túmulo novo de seu amigo José de Arimateia. Um sepulcro escavado na rocha que ficava perto do lugar onde fora crucificado.
Com a ajuda de Nicodemos e de outros amigos, embalaram o corpo do Mestre usando substâncias aromáticas e um lençol fino e limpo. Cobriram também a sua cabeça.
Fecharam a porta do sepulcro com uma grande pedra e se foram.
No sábado descansaram o dia todo (conforme a lei judaica).

Jesus já tinha vencido o pecado e o mundo.
Já tinha cumprido o plano de Deus.
Se para os seus inimigos tinha sido o fim dele e Satanás achasse que o tinha vencido,
Jesus mais uma vez iria provar que eles estavam errados.  
Pois, ELE VENCEU A MORTE.
O que parecia o fim, foi apenas o COMEÇO.
Jesus ressuscitou ao terceiro dia (no domingo) e provou que Ele é o dono da vida e com ele a esperança nunca morre. 



Depois de uma sexta-feira tão triste e um sábado desolador...
Em que seus amigos (homens e mulheres que o amavam), tinham sentido dor e tanta tristeza e até mesmo perdido a esperança, ["... os quais estavam tristes e chorando."], eis que agora a alegria voltaria.
Porque Jesus estava vivo! Ele voltou dos mortos.

Na madrugada de domingo, algumas mulheres foram ao seu sepulcro para ungirem o seu corpo (e imagine o tanto de saudade que não estavam dele) quando ao chegarem lá, tiveram uma grande surpresa ao verem que a pedra havia sido retirada.
E um anjo estava lá para dizer que o querido Mestre havia voltado à vida.
Ele as chamou para dentro e mostrou que o túmulo estava vazio. Não tinha mais corpo lá, apenas os lençóis no lugar.

Pronto! Que grande alegria!! 
É certo que elas também tiveram medo e ficaram espantadas mas foram embora correndo dali. 
Elas não sabiam o que pensar, ainda não conseguiam crer totalmente que o Mestre havia ressuscitado.
Foi quando o Senhor aparece a Maria Madalena: 

"Disse-lhe Jesus: Mulher, por que choras Quem buscas  
Ela, cuidando que era o jardineiro, disse-lhe: Senhor, se tu o levaste, dize-me onde o puseste, e eu o levarei.
Disse-lhe Jesus: Maria! Ela, voltando-se, disse-lhe: Raboni (que quer dizer, Mestre)."

Que felicidade!!!  
Maria reconheceu o seu querido Mestre.
Ele lhe apareceu e falou com ela.

Agora, não havia mais motivo para tristeza e saudade.
As mulheres creram e foram dizer aos discípulos mas estes ainda não conseguiam acreditar que fosse verdade.
Até que:   

"Chegada, pois, a tarde daquele dia, o primeiro dia da semana, e fechadas as portas onde os discípulos, com medo dos judeus, se tinham ajuntado, chegou Jesus e pôs-se no meio, e disse-lhes: Paz seja convosco.
E, dizendo isto, mostrou-lhes as suas mãos e o lado. De sorte que os discípulos se alegraram, vendo o Senhor.
Disse-lhes, pois, Jesus outra vez: Paz seja convosco; assim como o Pai me enviou, também eu vos envio a vós." 

Jesus estava de volta!!
Os seus amigos agora podiam vê-lo novamente, tocá-lo, ouvi-lo...
Como é bom estar com Jesus!
Com ele nós temos tudo: paz, segurança, alegria...
Todas as profecias sobre ele foram cumpridas. O plano de salvação foi concluído.
Dali em diante bastava crer no Senhor...

O mais difícil ele já fez.
Agora, resta a cada um aceitar a salvação em Cristo Jesus.
Ali foi apenas o começo de uma grande comissão para anunciar o Seu Nome e que continua até os dias de hoje: 

"E disse-lhes: São estas as palavras que vos disse estando ainda convosco: Que convinha que se cumprisse tudo o que de mim estava escrito na lei de Moisés, nos profetas e nos Salmos.
Então abriu-lhes o entendimento para compreenderem as Escrituras. 
E disse-lhes: Assim está escrito, e assim convinha que o Cristo padecesse e ao terceiro dia ressuscitasse dentre os mortos,
E em seu nome se pregasse o arrependimento e a remissão dos pecados, em todas as nações...
E destas coisas sois vós testemunhas." 

 JESUS VIVE!
ELE É O SALVADOR.
Pois, restaurou a comunhão do ser humano com Deus (que foi quebrada no jardim do Éden).
Uma nova porta de acesso ao Pai foi aberta: 
A porta da Graça! 
Que será fechada quando Ele voltar (para buscar quem creu nele).
Não há outro salvador e nem outro caminho além de Jesus.

Aceite Jesus como o teu Único e Suficiente Salvador para ter o teu nome escrito no livro da vida.

JESUS VIVE E REINA PARA TODO O SEMPRE.
LOUVADO SEJA O SEU NOME
PARA SEMPRE.

"Por que buscais o vivente entre os mortos
Não está aqui, porém já ressuscitou." 

Esse é o motivo pelo qual nós cristãos cremos nele e seguimos os seus passos.
Jesus Cristo morreu para nos salvar.
Ressuscitou e um dia nos levará para a sua glória e estaremos pra sempre com Ele. 

Para ler os outros post da série Páscoa, clique nos links abaixo: 



Textos bíblicos citados: 
Capítulos finais dos Evangelhos (Bíblia Sagrada - edição revista e corrigida)


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

SALMO 46 - A Fé Perfeita em Deus

Salmo 6 - " Davi recorre à misericórdia de Deus e alcança perdão "

SALMO 91 - LIVRAMENTO