Reis da Bíblia: Josias





 


[Série Bíblica: Reis da Bíblia] "TINHA JOSIAS oito anos quando começou a reinar e trinta e um anos reinou em Jerusalém.
Ele fez o que era reto aos olhos do Senhor e andou nos caminhos de Davi, sem se desviar deles nem para a direita nem para a esquerda.
Porque no oitavo ano de seu reinado, sendo ainda moço, começou a buscar o Deus de Davi, seu pai; no duodécimo ano começou a purificar a Judá e a Jerusalém, dos altos, dos bosques, e das imagens de escultura e de fundição.
E derrubaram perante ele os altares de Baalim; ele despedaçou as imagens, que estavam acima deles e os bosques; as imagens de escultura e de fundição quebrou, reduziu a pó e o aspergiu sobre as sepulturas dos que lhes tinham sacrificado.
E os ossos dos sacerdotes queimou sobre os seus altares; assim purificou a Judá e a Jerusalém." 


J O S I A S


Josias se tornou rei ainda criança e mesmo assim, desde muito novo, provou que para servirmos a Deus, não tem idade. 
Ainda bem jovem, o rei Josias demonstrou o seu comprometimento para com Deus abolindo a idolatria da terra de Judá e estimulando todo o povo a adorar ao único Deus verdadeiro. 
E como adoração também envolve "ação", Josias, tal qual os reis Asa e Josafá, tratou de destruir os ídolos, imagens e esculturas dos altares. 
Sabe por que isso é necessário? 
Ou você adora somente a Deus ou você adora outro deus.
Não tem como dizer que adora ao Senhor e ter junto consigo objetos de adoração, sejam eles imagens e esculturas, ou pessoas ou coisas.
Deus não aceita dividir a sua glória com ninguém.

Portanto, para adorá-lo de verdade e como Ele deseja, temos que nos desfazer de todo e qualquer "ídolo" que tome o lugar de Deus em nossa vida. 

O que precisamos jogar fora hoje?
O que precisamos tirar de nossa vida e de perto de nós? 

Adoração é também ação. 

Ou adoramos somente a Deus ou não O adoramos. 

Josias repara o templo 


"Sucedeu que, no ano décimo oitavo do rei Josias, o rei mandou ao escrivão Safã, (...), à casa do Senhor, dizendo: 

Sobe a Hilquias, o sumo sacerdote, para que tome o dinheiro que se trouxe à casa do Senhor, o qual os guardas do umbral da porta ajuntaram do povo,
E que o deem na mão dos que têm cargo da obra e estão encarregados da casa do Senhor; para que o deem àqueles que fazem a obra que há na casa do Senhor, para repararem as rachaduras da casa; 
Aos carpinteiros, aos edificadores e aos pedreiros, para comprar madeira e pedras lavradas, para repararem a casa.
Porém não se pediu conta do dinheiro que se lhes entregara nas suas mãos, porquanto procediam com fidelidade." 


O rei Josias, ainda na sua juventude, teve o cuidado com a casa de Deus e encarregou as pessoas apropriadas para fazerem os devidos reparos no templo. 
O dinheiro que se havia recebido, seria entregue nas mãos desses trabalhadores para o serviço. 
E o trabalho foi executado, com o dinheiro honestamente utilizado, pois essas pessoas eram fiéis a Deus. 
Coisa linda é ter o temor de Deus na vida e zelar pela casa e pelo nome do Senhor. 

Aos que trabalham na obra do Senhor: 
O que você tem feito com o que Deus tem entregado em tuas mãos? 
Você tem agido com fidelidade ou tem algo a esconder? 

E no meio desse reparo no templo, foi achado o Livro da Lei do Senhor. 

Só explicando que o reparo no templo foi necessário, pois, os reis anteriores com sua idolatria e impiedade, tinham contaminado e danificado a casa do Senhor. 
Mas algo muito importante foi preservado: o livro da lei (provavelmente uma cópia dentre outras que foram destruídas). 
Sabe por que? 
A Palavra de Deus NUNCA se perde. 
Essa palavra nunca será aniquilada. 
Porque Deus é Fiel. 

O rei Josias, ao saber desse livro e de seu conteúdo, ficou muito quebrantado e temeu grandemente: 

"Sucedeu que, ouvindo o rei as palavras da lei, rasgou as suas vestes. 
E o rei ordenou a Hilquias...
Ide, consultai ao Senhor por mim e pelos que restam em Israel e em Judá, sobre as palavras deste livro que se achou; porque grande é o furor do Senhor, que se derramou sobre nós; porquanto nossos pais não guardaram a palavra do Senhor, para fazerem conforme a tudo quanto está escrito neste livro." 

Compromisso com Deus, com a Sua casa e com a Sua palavra.
Era o que Josias tinha e é o que todos nós devemos ter. 

Tudo o que se relaciona ao Senhor deve ser honrado. 

A profecia de Hulda

"Então Hilquias, e os enviados do rei, foram ter com a profetisa Hulda (...) e falaram-lhe a esse respeito.
E ela lhes disse: Assim diz o Senhor Deus de Israel: Dizei ao homem que vos enviou a mim: 
Assim diz o Senhor: Eis que trarei mal sobre este lugar e sobre os seus habitantes, a saber, todas as maldições que estão escritas no livro que se leu perante o rei de Judá.

Porque me deixaram e queimaram incenso perante outros deuses, para me provocarem à ira com todas as obras das suas mãos; portanto o meu furor se derramou sobre este lugar e não se apagará.

Porém ao rei de Judá, que vos enviou a consultar ao Senhor, assim lhes direis: Assim diz o Senhor Deus de Israel, quanto às palavras que ouviste: 
Porquanto o teu coração se enterneceu e te humilhaste perante Deus, ouvindo as suas palavras contra este lugar e contra os seus habitantes, e te humilhaste perante mim, rasgaste as tuas vestes e choraste perante mim, também eu te ouvi, diz o Senhor.

Eis que te reunirei a teus pais e serás recolhido ao teu sepulcro em paz, os teus olhos não verão todo o mal que hei de trazer sobre este lugar e sobre os seus habitantes. E tornaram com esta resposta ao rei." 

Então com essa palavra, o rei Josias se colocou na presença do Senhor para uma aliança com Ele. 

Deus honra a Sua palavra.
Ele sempre vai julgar o pecado e recompensar a fidelidade. 

O momento de chegarmos ao Senhor e nos arrepender, será sempre o "hoje". 
E a aliança com Ele nunca deve ser quebrada. 

A aliança 

"Então o rei mandou reunir todos os anciãos de Judá e Jerusalém.
E o rei subiu à casa do Senhor, com todos os homens de Judá, os habitantes de Jerusalém, os sacerdotes, os levitas e todo o povo, desde o maior até ao menor e leu aos ouvidos deles, todas as palavras do livro da aliança que fora achado na casa do Senhor. 

E pôs-se o rei em pé em seu lugar e fez aliança perante o Senhor, para seguirem ao Senhor, e para guardar os seus mandamentos, os seus testemunhos e os seus estatutos, com todo o seu coração e com toda a sua alma, cumprindo as palavras da aliança, que estão escritas naquele livro.

... então os habitantes de Jerusalém fizeram conforme a aliança de Deus, o Deus de seus pais. 
E Josias tirou todas as abominações de todas as terras que eram dos filhos de Israel; obrigando a todos quantos se achavam em Israel a servirem ao Senhor seu Deus. Enquanto ele viveu não se desviaram de seguir o Senhor, o Deus de seus pais." 

O próprio rei Josias foi quem tomou a decisão de fazer essa aliança com Deus.
Isso nos mostra que o exemplo vem de cima
Quer dizer, é o líder, são os líderes, que detém a maior responsabilidade de conduzir o povo, para o bem, ou para o mal.  
Na história do povo de Israel temos muitos exemplos. Quando o rei tendia para a idolatria, o povo se desviava. Porém quando o rei fazia a vontade de Deus, o povo também obedecia ao Senhor. 

Você que é líder do povo de Deus, está a frente de algum ministério, tem levado as pessoas a adorar ao Senhor ou tem deixado entrar os ídolos na congregação?
O povo tem se purificado das abominações ou tem se contaminado com as práticas pagãs e mundanas? 
O exemplo vem de cima e Deus cobra.
Ele cobra do povo, mas antes, e em primeiro lugar, cobra do rei (líder/líderes). 

A Páscoa 

"ENTÃO JOSIAS celebrou a Páscoa ao Senhor em Jerusalém; e mataram o cordeiro da Páscoa no décimo quarto dia do primeiro mês.
E estabeleceu os sacerdotes nos seus cargos e os animou ao ministério da casa do Senhor. 
E disse aos levitas que ensinavam a todo o Israel e estavam consagrados ao Senhor: Ponde a arca sagrada na casa que edificou Salomão, filho de Davi, rei de Israel; (...) agora servi ao Senhor vosso Deus e ao seu povo Israel.
E preparai-vos segundo as vossas casas paternas e segundo as vossas turmas...
E estai no santuário...
E imolai a Páscoa, santificai-vos e preparai-a para vossos irmãos, fazendo conforme a palavra do Senhor, dada pela mão de Moisés." 

Essa parte da descrição nos mostra que as coisas de Deus são santas e devem ser feitas com ordem e rigoroso cuidado.
Não é de qualquer jeito, não é de qualquer forma.
Mas é cada qual no seu devido lugar (conforme a posição que Deus lhe deu) e também se deve estar preparado e santificado para o serviço divino.  

"Assim se preparou o serviço, e puseram-se os sacerdotes nos seus postos e os levitas nas suas turmas, conforme a ordem do rei,

Então sacrificaram a Páscoa; (...) 

E assaram a Páscoa no fogo, segundo o rito (...) 

E os cantores, estavam no seu posto (...) como também os porteiros em cada porta; não necessitaram de se desviarem do seu ministério (...)

Assim se estabeleceu todo o serviço do Senhor naquele dia, para celebrar a Páscoa, e sacrificar holocaustos sobre o altar do Senhor, segundo o mandado do rei Josias.

E os filhos de Israel que ali se acharam celebraram a Páscoa naquele tempo e a festa dos pães ázimos, durante sete dias." 

As coisas de Deus são muito sérias.
Ele exige de nós comprometimento e santidade.
Não se brinca no serviço de Deus.
Qual é a tua função na casa do Senhor? 
Você está no lugar certo e fazendo da maneira correta como Deus quer? 
Vamos estar na posição e fazer o que ordena a Sua palavra. 

"Porque nunca se celebrou tal Páscoa como esta desde os dias dos juízes que julgaram a Israel, nem em todos os dias dos reis de Israel, nem tampouco dos reis de Judá." 

A fidelidade de Josias

"E o rei mandou que o sumo sacerdote Hilquias (...) tirassem do templo do Senhor todos os vasos que se tinham feito para Baal...
Também destituiu os sacerdotes idolatras que os reis de Judá estabeleceram para incensarem sobre os altos (...) como também os que queimavam incenso a Baal, ao sol, à lua, aos planetas...

Também tirou da casa do Senhor o ídolo do bosque levando-o para fora de Jerusalém até ao ribeiro de Cedrom, o queimou junto ao ribeiro de Cedrom, o desfez em pó e lançou o seu pó sobre as sepulturas dos filhos do povo.

Também derrubou as casas dos rapazes escandalosos, que estavam na casa do Senhor... 

Também o rei derrubou os altares que estavam sobre o terraço do cenáculo de Acaz...
Semelhantemente quebrou as estátuas, cortou os bosques..." 

Não foi pouco o que o jovem rei Josias fez. 
E tudo isso para mostrar que, para servirmos a Deus, não precisamos de intermediários ou amuletos ou qualquer coisa.
Para os seus servos, Deus já é suficiente. 
Ou você adora a Deus, ou adora os ídolos. 

"E também os adivinhos, os feiticeiros, os terafins, os ídolos e todas as abominações que se viam na terra de Judá e em Jerusalém, os extirpou Josias, para confirmar as palavras da lei...

E antes dele não houve rei semelhante, que se convertesse ao Senhor com todo o seu coração, e com toda a sua alma e com todas as suas forças, conforme toda a lei de Moisés; também depois dele nunca se levantou outro tal." 

Josias ficou marcado como um rei temente e comprometido com a obra do Senhor. 
O oposto de outro rei que veio antes dele:

"Todavia o Senhor não se demoveu do ardor da sua grande ira, com que ardia contra Judá, por todas as provocações com que Manassés o tinha provocado." 

O fim de Josias


"Depois de tudo isto, havendo Josias já preparado o templo, subiu Neco, rei do Egito, para guerrear contra Carquemis, junto ao Eufrates e Josias saiu ao seu encontro, para guerrear contra ele. 

Então ele lhe mandou mensageiros, dizendo: Que tenho eu contigo, rei de Judá? Não é contra ti que venho hoje, mas contra a casa que me faz guerra; disse Deus que me apressasse, por isso, guarda-te de te opores a Deus, que é comigo, para que ele não te destrua.

Porém Josias não voltou atrás, antes se disfarçou, para pelejar contra ele; e não deu ouvidos às palavras de Neco, que saíram da boca de Deus; antes veio guerrear no vale de Megido.

E os flecheiros atiraram contra o rei Josias. Então o rei disse a seus servos: Tirai-me daqui, porque estou gravemente ferido.
E seus servos o tiraram do carro e o levaram no segundo carro que tinha, para Jerusalém onde morreu, e o sepultaram nos sepulcros de seus pais; então todo o Judá e Jerusalém tomaram luto por Josias." 

O que nós aprendemos com a morte precoce e inesperada do rei Josias? 
A lição é: tem guerras que não são para nós.
Há batalhas na vida que Deus não quer que nós entremos.   
Mas, se acharmos que daremos conta e não dermos ouvidos a palavra de Deus, nos daremos mal com certeza. 
Foi o que aconteceu com Josias.
Deus por intermédio do rei do Egito ainda avisou Josias mas ele não acreditou e ao entrar nessa peleja que não era pra ele, perdeu a sua vida tendo uma morte parecida com a do rei Acabe que foi um rei perverso. 
Se desobedecermos à voz de Deus, poderemos morrer da mesma forma que um ímpio. 
Por que? 
O Senhor não é brincadeira e Ele honra a Sua palavra. 
Não adianta obedecer no início e no meio e errar no fim. O Senhor falou para ele não ir à guerra mas ele foi. As vezes o recado divino vem de onde não esperamos por isso temos que vigiar em todo o tempo e fazer somente o que o Senhor manda. No caso bíblico, Deus não tinha mandado o rei Josias ir lutar. 
Josias era um servo de Deus e um rei justo mas infelizmente acabou cometendo uma estupidez que lhe custou a vida. 

"E Jeremias fez uma lamentação sobre Josias; todos os cantores e cantoras, nas suas lamentações, têm falado de Josias, até o dia de hoje, porque as estabeleceram por estatuto em Israel...

Quanto ao mais dos atos de Josias e as suas beneficências, conforme o que está escrito na lei do Senhor,
E os seus atos, tanto os primeiros como os últimos, eis que estão escritos no livro dos reis de Israel e de Judá. 

Ora, os demais atos de Josias e tudo quanto fez, porventura não está escrito no Livro das Crônicas dos Reis de Judá?" 

Texto bíblico: 
II Crônicas capítulos 34-35 
II Reis capítulos 22-23 

A série bíblica "Reis da Bíblia" termina domingo com a história de outro rei. 

Leia também: